Existem duas formas de programar as balanças de pesagem para a emissão de etiquetas de código de barras.  A primeira é configurando para que o código de barras seja formado pelo CODIGOPRODUTO+PESO do produto.  A segunda é para que o código de barras seja formado pelo CODIGOPRODUTO+PREÇOFINAL do produto.

Segue dois exemplos:

1 – Código de barras CODIGOPRODUTO+PESO

2010085025049

6 dígitos para o código do produto: 010085

5 dígitos para o peso do produto: 02,504 gramas

Se o estabelecimento configurar as balanças desta forma, preencha PESO na configuração avançada do PAF-ECF.

Como testar este código?

Resposta: Cadastre um produto de quilo na aplicação com o código 10085 e preço de venda de R$ 12,19.  Envie carga para o caixa e registre no caixa o código 2010085025049.  O sistema irá vender o produto de código 10085, quantidade 2,504 e preço final de R$ 30,52.   Se você vender e sair este preço na tela de venda, então sua configuração está correta.

 

2 – Código de barras CODIGOPRODUTO+PREÇO

2014900002840

4 dígitos para o código do produto: 0149

7 dígitos para o preço do produto: R$ 2,84

Se o estabelecimento configurar as balanças desta forma, preencha PREÇO na configuração avançada do PAF-ECF.

Como testar este código?

Resposta: Cadastre um produto de quilo na aplicação com o código 0149 e preço de venda de R$ 22,49.  Envie carga para o caixa e registre no caixa o código 2014900002840.  O sistema irá vender o produto de código 0149, quantidade 0,204 e preço final de R$ 2,83.   Se você vender e sair este preço na tela de venda, então sua configuração está correta.  Repare que ficou R$ 0.01 centavos a menos que o que está na etiqueta.  Isto se deve ao tipo de ECF que você estiver utilizando.  O sistema por padrão irá validar a multiplicação aceita pelo ECF e não pela Balança.

 

TIPOS DE COMPOSIÇÃO DE EAN-13 GERADO PELAS BALANÇAS TOLEDO ACEITOS PELO AUTOCOM3

 

Print Friendly, PDF & Email
Tagged: