Manual Integração AUTOCOM3 e Outros ERPS

Na hipótese do sistema da Autocom3 apenas atender a parte de lojas, mas não a parte administrativa da empresa, torna-se necessário a exportação dos dados de vendas, devoluções, transferências que são realizadas pelo autocom3 para que o outro ERP faça a coleta dos dados e processamento das transações.  Este layout contempla essa situação e traz a forma de operar nesse cenário.

Configurando o Autocom3 para exportar os movimentos:

  1. Abra o config do sistema para definir a forma da exportação para outro ERP;
  2. Configure o horário que o arquivo será gerado, se deseja uma exportação automática;
  3. Configure os tipos de registros que serão exportados, ex: 02,65 exportaria vendas de produtos e serviços;
  4. Configure o layout desejado;
  5. Solicite à empresa do outro ERP que trate os arquivos gerados com base nessa documentação.

Como funciona a exportação?

O sistema irá gerar 3 arquivos diariamente na subpasta \ONLINE\EXPORTACAO\AUTOCOM3_LOJA_00001, 00002, etc…

  • Arquivo FINANCEIRO: Contém as modalidades de pagamento;
  • Arquivo PRODUTOS: Contém os itens;
  • Arquivo RESUMO: Contém um totalizador do arquivo FINANCEIRO e PRODUTOS.

LAYOUTS:

O sistema possui alguns layouts disponíveis:

LAYOUT PADRAO CSV, clique aqui para acessar o layout!

Este deve ser o layout preferêncial em integrações, pois é o mais completo e automatizado.

Se os arquivos forem gerados automaticamente pelo app comunicações, eles terão sempre uma informação redundante de 10 dias de movimentação. O arquivo será exportado automaticamente com as informações de vendas, trocas, cancelamentos, devoluções, transferências e produtos diariamente, contendo informações reduntantes com pelo menos dez dias retroativos e o erp de destino deverá utilizar o campo IDNOTA para verificar se o item já foi lançado em sua base, se não foi, deve lançar. E se houver um cancelamento, o sistema reenviará a informação com o IDNOTA com valor zero.

Acessar o ERP, módulo conectividade, exportação para outros erps é uma forma de conseguir uma exportação manual e com opção de escolher o período.  Utilize a exportação manual se desejar pré-validar as informações no sistema autocom3 antes de enviar ao ERP de destino.

O nome do arquivo será formado dessa maneira: AAAAMMDDHHMM_financeiro.csv,  AAAAMMDDHHMM_produtos.csv e  AAAAMMDDHHMM_resumo.csv.

AAAAMMDDHHMM é formado com a data do servidor, sendo assim, o ERP de destino deve estar preparado para ler este arquivo de forma reduntante.

 

LAYOUT PADRAO TIDS, clique aqui para acessar o layout!

Este é o layout utilizado na V6 do aplicativo na rede de papelaria Tids.  Este layout está mantido na V7 por compatibilidade.

Este layout exporta somente movimentos de VENDAS, não exporta outros movimentos e não está preparado para uso de informações redundantes já que não tem o campo IDNOTA e seu conteúdo não é separado item a item de nf.

Se os arquivos forem gerados automaticamente pelo app comunicações, eles sempre serão gerados com os ultimos 10 dias de movimentação, sendo que cada dia estará em um arquivo.  O ERP de destino deve possuir um controle sobre qual arquivo já foi importado e analisar se houve mudança no arquivo para realizar o seu reprocessamento para abater algum cancelamento e reatualizar sua base.  O layout não contempla IDNOTA, então validar o cancelamento torna-se mais lento pois o erp de destino precisará validar a informação do arquivo inteiro versus sua base que ja foi importada no arquivo anterior. Recomendamos uma validação md5 no arquivo para verificar se houve mudanças.

CANCELAMENTOS: Esse layout nao possui IDNOTA e também não é item a item, sendo assim, um cancelamento não será exibido no arquivo, somente o valor total de venda do produto.  Se o cancelamento for gerado após a geração do arquivo, ex: arquivo do dia 10 já foi gerado e no dia 11 chega um cancelamento de uma nota do dia 10.  O arquivo do dia 10 será gerado novamente e o ERP de destino deverá confrontar a importação anterior versus o novo arquivo gerado, apurar as diferenças e atualizar seu estoque/base.

O nome do arquivo será formado dessa maneira:

  • FPddmmaa.txt (FP220817.001) => arquivo financeiro de 22/08/2017, loja 001
  • PVddmmaa.txt (PV220817.001) => arquivo produtos de 22/08/2017, loja 001
  • RSddmmaa.txt (RS220817.001) => arquivo resumo de 22/08/2017, loja 001

Para conhecer como funciona a exportação Tids na V6 clique neste link!

 

Print Friendly, PDF & Email